BLOG LOCAL: ALAGOINHAS, BAHIA BRASIL.

quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Receptor RV-27 AM SSB CW SQUELCH experimental.

Como havia prometido mês passado, o mesmo receptor RV-27 em AM amplitude modulada, na faixa dos 11 metros, agora com AM, SSB, CW, silencioso ou squelch. O silencioso ou squelch é um circuito que elimina aquele chiado de recepção na ausência de uma transmissão de rádio, o silencioso pode ser controlado para eliminar sinais muito fraco e estáticas, sinais fraco de estações distantes, ou até mesmo sinais fortes, basta girar vagarosamente o potenciômetro na posição de squelch, ele deixa o auto falante mudo "mute" só sendo acionado com a recepção de algum sinal de emissoras ou estáticas forte, dependendo da regulagem do potenciômetro. Bem pessoal tem muitos esquemas de receptores AM com silencioso "squelch" na WEB eu já publiquei um TRX em AM com silencioso em:https://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2016/07/halkie-talkie-am-50-mhz-anl-squelch-2w.html entre outros como este: https://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2012/12/receptor-px-cb-superheterodino-4fis.html ou este melhor elaborado é um transceptor com medidor de sinal squelch e uma boa potencia de RF TX saída em 50 Mhz: https://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2012_11_01_archive.html
É difícil achar um receptor de AM, SSB com squelch, em 455Khz super heteródino, para isso eu desenhei como experimental baseado em esquemas do handbook no receptor RV-27 publicado mês passado. Pessoal vale lembrar que tudo na eletrônica pode-se modificar, melhorar, minimizar, e ter um mesmo ou melhor desempenho do projeto tudo só depende da imaginação do montador e da força de vontade em aprender cada dia mais, seja seu próprio professor, temos bons exemplos de colegas que montam esquemas de revistas ou da WEB e faz a diferença modificando e melhorando o projeto, exemplo disso é o vídeo do amigo Alexandre Lima https://youtu.be/HK0l-gf1Qt0 assista todo o vídeo e veja como ele acrescentou circuitos em um projeto de receptor de 11 metros de uma revista que ficou muito melhor, parabéns Alexandre continue assim, temos o vídeo do amigo PU2XLB Hamilton Wagner Teixeira https://youtu.be/UOjZ8ad-Sc4 tem também seu blog http://pu2xlb.blogspot.com.br/p/radio vejam como ele faz suas montagens meio que artesanal mas que funcionam muito bem, parabéns Hamilton. Então é isso pessoal os esquemas postado aqui é simplesmente um desenho que na teoria pode-se desenhar o que quiser, na montagem este mesmo esquema ira se comportar diferente, uma coisa é na teoria outra é na prática, isso porque envolve uma série de fatores como, componentes usados ou novos, Q e indutâncias das bobinas, resistência parasitas, aproximação de circuitos, efeito de RF, alimentação, blindagem, aterramento, substituição de transistores, fabricante ou lote, fios longos, cabo blindado ou coaxial, entre outros fatores, muitas vezes o montamos um circuito de revista e o mesmo não funciona como diz a revista, cabe ao montador fazer aquela revisão antes de condenar o circuito e até mesmo corrigir se tiver algum erro, ás vezes tem erro de gráfica desenho, em alguns casos foi o próprio montador que erou ou colocou componentes errado, por isso tenha muito cuidado, sem pressa solde transistores com os terminais corretos, emissor, base, coletor, observe e teste antes de soldar, há solde sempre com ferro de até 30W, seja rápido na soldagem, capacitores eletrolíticos tem polaridade positivo e negativo, diodos tem polaridade, anodo e catodo, bobinas tem suas frequências de ressonância seus lados e enrolamentos, bem se eu for escrever todos os componentes vou fazer um jornal, vocês podem substituir uma chave ou relé por diodos, transistores, ou até mesmo CI, alguns circuitos podem ficar ligados a outro sem precisar de chave é só colocar um capacitor em cada ligação, isso depende do circuito. Falando um pouco do receptor ouvindo SSB ou CW, notem que eu não desenhei o circuito com silencioso, ficaria maior o circuito e não achei nada nem no handbook por maior que fosse para simplificar para vocês, o que posso sugerir a vocês montadores é que montem o receptor com squelch com a opção de desliga-lo ao ligar o circuito detetor de produto e BFO, façam testes para ver se encontra o melhor funcionamento, ou então monte o circuito do receptor sem o silencioso e monte o silencioso separadamente com esquema que postei ontem, https://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2016/11/silencioso-ou-squelch-para-am-ssb.html  o esquema tem opção de recepção AM SSB. 
Abaixo esquema receptor 27 Mhz RV-27 AM com squelch.
Pessoal abaixo está o esquema do mesmo receptor em AM 27 Mhz, porem eu acrescentei um detetor  de produto com dois diodos e um BFO, ou oscilador de frequência de batimento, em aproximadamente 455 Khz é um circuito da Motobrás que desenhei há 10 anos atrás, de uns dos primeiros rádios comercial a sair com escuta SSB e CW o PFE 71 AC, porem sem squelch, acrescentei para escuta de AM um diodo ligado ao CAG e saíndo áudio para um pré amplificador, este circuito poderá ser modificado caso a recepção em AM ou SSB  fique ruim. Neste esquema o que acontece é o mesmo se você colocar um BFO dentro ou perto do receptor quando estiver captando sinais de SSB, ele recupera a portadora e o áudio da transmissão de SSB que é suprimida, eu já publiquei um circuito pequeno de BFO onde explico mais sobre este assunto em:https://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2016/08/conversor-bfo-escutar-ssb-em-radio-de.html existem diversos esquemas de BFO ou OFB, de 455Khz na WEB, lembre-se você pode fazer o BFO em que está o canal de FI do rádio, Ex: Se você montou um rádio com canal de FI de 10.7 Mhz então terá de fazer um BFO nessa mesma frequência, e assim por diante.
Abaixo esquema experimental do RV-27 AM, SSB, CW.
Pessoal vou publicar também este mês o detetor de produto para vocês terem uma ideia como montar separadamente, está aqui: https://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2016/11/detetor-de-produto-e-bfo-455-khz.html eu tenho outros esquemas que depois vou postar aqui no blog.
Espero que gostem e quem montar favor mande um comentário.
Muito obrigado.
Waldir Cardoso.


Nenhum comentário:

Postar um comentário