BLOG LOCAL: ALAGOINHAS, BAHIA BRASIL.

domingo, 6 de janeiro de 2013

VFO ou OFV de 80 para 40 metros saída.

Olá a todos, vocês que são interessados em montagens de VFO, VXO ou VCO, coisa simples sem PLL, DDS, FLL ou outros apetrechos caros e complicados, eu publiquei um VFO juntamente com VXO em resultado que você quiser de frequência, e ainda tem uma boa estabilidade, e variação muito mais que a do VXO a cristal, assim fica fácil ter um bom oscilador naquela frequência como se fosse um com cristal, vejam click em: http://projetosetransceptores.blogspot.com.br/2017/07/vfo-e-vxo-mix-rtx.html 
Olha só achei um VFO idêntico a esse na página do amigo                                                                                                Luis PY2HA http://www.qsl.net/py2ha/vfo/vfo_40_80.htm                          
Aqui  Xerox do OFV original.
         Xerox da placa segundo o autor do projeto.         
Esquema desenhado por mim, e melhor elaborado.
Este projeto e de autoria do Sr. Juvenal Silva Neto, publicado em EP-415 de abril de 1980. Ainda  não montei este OFV, segundo o autor o OFV aqui em Xerox, tem uma ótima estabilidade com apenas 4 transistores e de fácil construção, eu dei um toque para melhora-lo, como de meu costume. Sobre o Circuito: O oscilador Clapp ou Colpitts TR1, é a alma do projeto junto com L1,C1,C2,C3 e C11 determina o valor da frequência de ressonância do projeto, por isso os capacitores C1 a C3 devem ser styroflex 5%, de mica prateada, ou cerâmica NP0. O esquema que desenhei é o mesmo porem a entrada de alimentação agora com dois ferritas e um diodo, está melhor estabilizada e capacitores, na ligação de L1 para C1 coloquei mais um capacitor, quanto mais capacitores melhor estabilidade, pretendo montar este projeto pois eu ha muito tempo procuro um VFO ou OFV, com estabilidade igual ao cristal de quartzo, o que é muito difícil, tenho estudado muitos osciladores diversos, até mesmo em rádios transceptores a cristal, os osciladores se desloca de frequência, para que se perceba de ouvido terá de estar em SSB, e ter um ouvido sensível a som grave e agudo, ou se deixar o frequencímetro ligado por mais de uma hora sem mexer no equipamento, em AM, FM, ou OC, é um pouco difícil observar, mais pode-se perceber sintonizando o receptor em uma determinada emissora de FM, ou OC, e deixe o rádio ligado por 4 a 6 horas, não mexa na sintonia, desligue, e no outro dia ligue não mexa na sintonia deixe e vai perceber que aconteceu algo na sintonia. Se alguém já montou um oscilador com estabilidade 90%, por favor mande-me um comentário ou se quiser posso desenhar e publica-lo aqui no blog. espero que gostem é se alguém montar esse projeto, mande um comentário se realmente é bom e tem estabilidade. Muito obrigado

4 comentários:

  1. parabens pelo blog... muito interessante

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, amigo Valdir.
      Muito obrigado, o blog é feito para compartilhar com todos nós, sinta-se a vontade, tem muitos esquemas, um abraço e muito obrigado pelo comentário.
      Waldir.

      Excluir
  2. Waldir parabens pelo Blog.
    Tambem procuro VFO para meu Maritaca será que este funciona bem ? Pois vou tentar montar se caso positivo vou pastar aqui babraços.
    QSL do Brasil
    http://qsldobrasil.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok meu amigo.
      Depois digita seu nome, pois nem no seu blog achei, gostei do blog, muito interessante, que bom que você gostou do Radioamadorismo, é um hobby muito bom, e desenvolve a comunicação entre ás pessoas. Olha enquanto ao VFO ou OFV, eu não montei, mais recebi e-mail de amigos que já montaram e disseram ser bem estável, eu particularmente não tenho boas experiências com VFO, só montei com um transistor como oscilador local, e deslocava de frequência, mais eu sou muito rigoroso no que faço, e procuro testar de todas maneiras, para mim não tem mais ou menos, ou serve ou não serve. Sei que o bom mesmo é com dois ou três cristais no oscilador, mais vá em frente, monte e depois você dará a sua opinião, e fique a vontade de publicar.
      Um abraço e muito obrigado pelo comentário.
      Waldir Cardoso.

      Excluir